Arbitragem com VAR protagoniza primeira trapalhada no Brasileirão e Inter começa com o pé esquerdo

Partidas foram disputadas neste sábado no Horto e na Arena Condá

Não tardou e o VAR já protagonizou a primeira trapalhada do Brasileirão, ao mesmo tempo em que o Inter  iniciava sua trajetória na competição com o pé esquerdo, sendo derrotado pela Chapecoense.

O lance polêmico aconteceu no Horto, na partida entre Atlético MG e Avaí. O Atlético abriu a contagem com Fábio Santos, de pênalti, aos 46 minutos da primeira etapa. Brizuela empatou para o Avaí no primeiro lance do segundo tempo e Ricardo Oliveira voltou a a colocar o Galo em vantagem.

Aos 19 minutos, veio o lance polêmico. Betão desviou a bola para o fundo do barbante, empatando a partida, mas o VAR chamou a atenção do árbitro Rodolpho Toski Marques, indicando que o desvio fora feito com o braço. O jogador do Avaí alegou que o toque foi com a coxa, mas a grande trapalhada é que o árbitro não conferiu a imagem, acatando a impressão do árbitro de vídeo, que não identificou que Betão sofreu pênalti de Fábio Santos no lance.

Em  lance anterior, o árbitro já validara o primeiro gol do Avaí após consultar o árbitro de vídeo sobre possível irregularidade, sem consultar, ele próprio, o vídeo. A partida terminou com vitória de 2 a 1 para o Atlético.

Colorado insistiu até o final, mas não teve forças para virar contra a Chapecoense, na Arena Condá

Na Arena Condá, a Chapecoense abriu a contagem aos 47 minutos. Everaldo converteu pênalti marcado, corretamente, com a ajuda do VAR. Aos 42 minutos da etapa final, o mesmo Everaldo, agora artilheiro do campeonato, marcou o segundo na vitória de 2 a 0 sobre o Inter.

Seja sócio futebol e obtenha até 100% de desconto na bilheteria em todos os jogos do Flu como mandante. Nossa hora é agora. Clique aqui e faça já o seu plano!

Por: Marcelo Savioli às 21:05

2019-04-27T21:18:17+00:00 abril 27th, 2019|

Deixar Um Comentário