Santos 2×1 Fluminense – Pedro volta a marcar, mas Santos de Sampaoli é melhor e leva vitória

Valeu pelo gol de Pedro. Valeu pelo Fluminense incapaz de aceitar a derrota, muito menos de se intimidar diante de uma das mais temidas agendas do futebol brasileiro, que é enfrentar o Santos na Vila. Só que o Santos não é temido por acaso. O Fluminense teve mais posse de bola, lutou, mas o Santos venceu por 2 a 1 no Campeonato Brasileiro que promete ser o mais difícil de todos os tempos.

O Maior Clube do Brasil somou sua segunda derrota na competição e terá outra pedreira no domingo, em Porto Alegre, contra o Grêmio. Caberá a Fernando Diniz encontrar a melhor formação. Há tempo para isso, porém não muito.

Primeiro tempo disputado

As duas equipes começaram tentando pressionar a saída de bola, mas o Fluminense começou ligeiramente superior. Aos 5 minutos, Airton encontrou Luciano atrás da zaga santista, mas o chute saiu fraco e sem direção. O Santos respondeu. Sanchez saiu na cara de Rodolfo, que se adiantou e cortou. Aos 8 minutos, Gilberto deixou o marcador no chão, bateu cruzado e Luciano perdeu livre, desviando para fora. Aos 10 minutos, após carnaval de Soteldo pela esquerda, Caio Henrique desviou o cruzamento para escanteio.

O jogo era agitado. Aos 14 minutos, Soteldo fez grande jogada pela esquerda, invadiu a área, bateu cruzado e Rodolfo se atirou para fazer grande defesa. Depois da correria inicial, o jogo amornou. Somente aos 34 minutos, com o Fluminense abrindo mão da marcação por pressão, Rodrigo bateu cruzado e Matheus Ferraz quase desviou contra o próprio gol. Cinco minutos depois, Jorge pegou rebote na entrada da área e mandou rente à trave de Rodolfo.

Defesa se complica, Pedro marca, mas Santos sai com vitória

Luciano teve a primeira grande chance da segunda etapa. O Santos saiu mal e o atacante dominou na área, mas bateu nas mãos de Vanderlei. Aos 15 minutos, Everaldo arriscou de fora da área com perigo. O Fluminense era melhor no jogo, mas foi o Santos que abriu a contagem aos 20 minutos. Rodrigo fez jogada pela direita, cruzou, Nino afastou mal e Sasha mandou para o barbante.

Na sequência, Diniz tirou Airton e colocou Pedro. Na sequência, Jean Lucas soltou um torpedo da entrada da área e deu um susto em Rodolfo. Diniz colocou Léo Artur no lugar de Yony González. O Flu devolveu em chute de Allan. Wanderley se esticou todo para fazer grande defesa. Na sequência, Sasha arriscou da entrada da área, acertou a trave, Sanchez pegou o rebote e, de joelho, mandou para o barbante.

O Santos quase ampliou em saída errada do Fluminense. Jorge bateu no canto e Rodolfo fez defesa espetacular. Em nova bola perdida, Rodrigo saiu na cara de Rodolfo, que salvou com o pé. Aos 40 minutos, Everaldo fez grande jogada pela esquerda e cruzou na cabeça de Pedro, que não perdoou. Santos 2 a 1. Na sequência, Jean Lucas bateu no canto e Rodolfo fez mais uma defesa sensacional.

Diniz colocou em campo Pablo Dyego, mas já era tarde. Valeu pelo espírito de luta, mas o Fluminense precisa melhorar o setor ofensivo.

Seja sócio futebol e obtenha até 100% de desconto na bilheteria em todos os jogos do Flu como mandante. Nossa hora é agora. Clique aqui e faça já o seu plano!

Por: Marcelo Savioli às 21:17
Foto: Lucas Merçon (Fluminense Football Club)

 

2019-05-03T13:32:58+00:00 maio 3rd, 2019|

Deixar Um Comentário