Rodolfo pega duas nos pênaltis e salva o Flu de vexame no Arruda

Santa inferniza o Flu, leva disputa para os pênaltis, mas Tricolor está nas oitavas

O Fluminense sofreu na noite desta quinta-feira no Arruda, mas, nos pênaltis, levou a vaga para as oitavas de final da Copa do Brasil, com duas defesas de Rodolfo, que acabou como herói da noite.

Em partida equilibrada, o Santa conseguiu a vantagem na segunda etapa, com gols de Jô e Pipico, igualando o placar de 2 a 0 do Rio de Janeiro. O Fluminense desperdiçou as oportunidades e sofreu até o final, mas foi melhor na disputa de tiros livres diretos e evitou um vexame após ter vencido por 2 a 0 no Rio.

Primeiro tempo em alta voltagem

O Santa Cruz em nada lembrou o time acuado que jogou no Maracanã. Tentou, desde o início, pressionar a saída de bola do Fluminense, mas assumiu riscos. Aos 12 minutos, o Arruda emudeceu. Nem foi uma jogada de contra-ataque, mas uma jogada típica do Fluminense, de pé em pé. No final, Everaldo deixou Luciano na cara do gol, mas o chute saiu rente à trave.

O Santa ameaçou duas vezes. Aos 25 minutos, Charles cobrou falta de muito longe, mas obrigou Rodolfo a fazer defesa complicada. Três minutos depois, Airton se enrolou com a bola, foi desarmado e Augusto mandou no travessão. Nove minutos depois, Yony cabeceou rente à trave, quase marcando para o Flu.

Santa endemoniado 

A primeira grande oportunidade da segunda etapa foi do Flu. Everaldo acionou Yony, que cruzou para Luciano obrigar Anderson a fazer defesa espetacular e mandar a escanteio. O Santa respondeu em cobrança de falta. Charles cobrou falta no travessão e Pipico aproveitou o rebote para mandar rente ao travessão.

O Flu devolveu em tirambaço de Gilberto, que obrigou Anderson a fazer defesa difícil. O Santa, empurrado pela torcida, passou a jogar como se não houvesse amanhã e as oportunidades se sucediam para ambos os lados, até que aos 27 minutos, após bola alçada na área, Jô, em impedimento, aproveitou a sobra e inaugurou o placar para o Santa.

O inacreditável aconteceu três minutos depois. O Santa contra-atacou, Augusto arrancou, ganhou de Nino na corrida, Rodolfo cortou e Pipico mandou para o fundo do barbante, fazendo 2 a 0 Santa. Diniz tirou Yony e colocou Pedro no time.

O jogo se manteve eletrizante. Nenhum dos dois times abdicava de buscar a vitória. Aos 44 minutos, Diniz colocou Leo Artur no lugar de Caio Henrique, que saiu contundido, mas a disputa, com o placar de 2 a 0 para o Santa, foi para os pênaltis.

Cobranças de Pênalty

O Santa foi escolhido para bater primeiro. Pipico cobrou e marcou. Luciano tirou o goleiro da foto. Charles cobrou e mandou na arquibancada. Gilberto cobrou e Anderson defendeu, deixando tudo igual.

Marcos Martins foi para a bola e Rodolfo defendeu. Pedro foi para a bola e deslocou o goleiro, deixando o Flu em vantagem. Guilherme Queiroz bateu e estufou a rede. Airton fez o mesmo, deixando o placar em 3 a 2 para o Flu.

A pressão ficou toda com William Alves, que tinha que converter o pênalti, mas bateu nas mãos de Rodolfo, que evitou o vexame, frustrando as torcidas de Vasco e Flamengo, que haviam vivido noites terríveis na quarta-feira. Viveram mais uma. Flu nas oitavas.

Seja sócio futebol e obtenha até 100% de desconto na bilheteria em todos os jogos do Flu como mandante. Nossa hora é agora. Clique aqui e faça já o seu plano!

Por: Marcelo Savioli às 23:22
Foto: Lucas Merçon (Fluminense Football Club)
2019-04-26T12:33:35+00:00 abril 26th, 2019|

Deixar Um Comentário