QUANTO VALE O SHOW!!! Vasco 2×1 Fluminense

Arbitragem define o jogo para o Vasco e ganha DEZ

Agenor – Podia ter segurado a bola no lance do primeiro gol do Vasco. No mais, não teve falhas e ajudou a dar fluência à saída de bola. Nota 5

Gilberto – Melhorou em relação à partida com o Ceará, mas ainda pode dar muito mais. Nota 5

Nino – Salvou um gol feito do Vasco, tentou saídas arriscadas, mas também andou entregando bolas. Nota 5,5

Digão – Atuação estranha, entrando em algumas jogadas de forma desproporcional, apesar da expulsão totalmente fora de propósito. Nota 2

Caio Henrique – Ganhou todas as bolas defensivas, mas esteve ausente na criação e no ataque. Nota 5

Yuri – Errou uma ou duas bolas, mas teve sua melhor atuação como volante. Nota 5

Bruno Silva – Foi o Bruno Silva de sempre, errando passes e fazendo faltas desnecessárias, mas com uma presença incrível em campo, combatendo o tempo todo. Auxiliou bem a saída de bola, pelo menos na maioria das vezes. Nota 5

Daniel – Jogou como quem carrega uma cruz, obrigado a tentar armar o time praticamente sozinho. Mesmo assim, foi o melhor do Flu. Nota 7

Nenê – Conseguiu prender a bola no ataque e pode ser a peça que faltava para o Fluminense engrenar na temporada, mas faltou mais mobilidade, sobrecarregando Daniel. Lutou muito. Nota 6

Frazan – Substituiu Nenê após a expulsão de Digão e fazia grande partida, até ser expulso em lance duvidoso. Nota 5,5

João Pedro – Função excessivamente defensiva e distante da área. Foi mais batalhador do que craque e finalizador. Acabou saindo contundido. Nota 5,5

Brenner – Substituiu João Pedro e acabou sendo pouco notado na segunda etapa, quando o Fluminense foi sendo operado pela arbitragem e inferiorizado numericamente. Nota 5

Pedro – Marcou um gol de artilheiro e deu trabalho à defesa do Vasco, mas ainda está com dificuldades em conciliar domínio de bola e raciocínio. Vai ser decisivo no Uruguai. Nota 6

Aírton – Substituiu Pedro no final e teve atuação muito boa, com segurança, mesmo com o Fluminense acuado pela inferioridade numérica. Nota 6,5

Fernando Diniz – Acertou na escalação e na insistência do modelo de jogo, mas foi trucidado pela arbitragem. Nota 6

Arbitragem – Atuação perfeita. Tolerou as faltas vascaínas e expulsou dois jogadores do Fluminense com maestria. Foi o principal responsável pela virada cruz maltina. NOTA DEZ

Vasco da Gama – Vai brigar até o final do campeonato para não cair. O time é esforçado, mas é muito ruim. Venceu com a ajuda da arbitragem. Nota 5

Seja sócio futebol e obtenha até 100% de desconto na bilheteria em todos os jogos do Flu como mandante. Nossa hora é agora. Clique aqui e faça já o seu plano!

2019-07-20T14:07:45+00:00 julho 20th, 2019|

Deixar Um Comentário