QUANTO VALE O SHOW??? São Paulo 1×1 Fluminense

Richard é o destaque do Flu no empate no Morumbi

Julio César – Fez defesa monumental na segunda etapa em cobrança de falta de Reinaldo. Não teve culpa no gol. Nota 7
Léo – Muito bem no combate defensivo, inútil nas ações ofensivas, sem comprometer na transição. Nota 6
Digão – Participou bastante da partida, inclusive na saída de bola, mas cometendo erros em demasia. Nota 5,5
Ibañez – A diferença para Digão é que conseguiu superar os erros com incrível presença no jogo, quase marcando o gol da vitória no final. Nota 6,5
Ayrton Lucas – Participou da melhor jogda de ataque do Fluminense e falou no gol de empate do São Paulo. Melhor no primeiro tempo, caiu bastante no início da segunda etapa. Nota 6
Richard – Melhor em campo. Marcou muito, desarmou, saiu jogando e deu passe espetacular de calcanhar para Matheus Alessandro. Precisa ser mais confiante. Nota 7,5
Dodi – Fez um bom trabalho de formiguinha, dando sequência aos jogadas, sem fazer nada brilhante. Fechou bem na marcação. Noa 6
Jadson – Mais uma vez, andou ligando contra-ataque adversário por ser desarmado facilmente. Apareceu pouco ofensivamente. Nota 4
Júnior Dutra – Substituiu Jadson e colocou um misto de força e correria no jogo, que não resultou em nada muito útil. Nota 5,5
Sornoza – Coordenou boas jogadas no primeiro tempo, principalmente pelo lado esquerdo. Fez seu papel, voltando no meio dos volantes para iniciar as jogadas. Nota 6,5
Luciano – Entrou no lugar de Sornoza e foi mais notado reclamando do que criando algo de útil. Nota 4,5
Everaldo – É a cara do Fluminense. Tem alguma coisa muito interessante nele, mas ninguém sabe exatamente o que é ou para que serve. Errou jogadas bobas e participou de lances muito bons na transição ofensiva, mas não foi visto na área. Nota 6
Kayke – Não era de se esperar muito de um jogador que não era nem relacionado para o banco no Bahia. Nota 3
Marcelo Oliveira – Errou ao apostar em Kayke no comando do ataque. O time mostrou padrão e jogo e indícios claros de bom treinamento, mas continua sem qualquer consistência ofensiva. Dois gols marcados nas últimas duas partidas, dois gols contra. Deixou Daniel fora da lista e não tinha meias para colocar em campo na segunda etapa. Nota 5,5
São Paulo – Sentiu falta de Nenê e Everton. Pouco criou e ainda teve Diego Souza sendo expulso de forma infantil no primeiro tempo. Mesmo assim, usou o que tem de melhor, a organização, para buscar o empate e um ponto importante. Nota 6
Arbitragem – A expulsão de Diego Souza foi bastante aceitável, mas os erros nas marcações de falta chegaram a ser cômicos, pois na mesma jogada deixava de marcar para um porque não tinha marcado para outro. Acabou não comprometendo. Nota 5
2019-02-27T13:08:38+00:00 setembro 2nd, 2018|

Deixar Um Comentário