Quanto vale o show!!! Chapecoense 1×1 Fluminense

Em jogo de péssima arbitragem, Chape consegue controlar o  Flu

Agenor – Não teve culpa no gol e fez boas intervenções – Nota 6

Igor Julião – Não repetiu a ótima atuação do Fla-Flu. Sem conseguir agregar muito no ataque, seu lado na defesa também não foi bem. Nota 4

Mascarenhas – Substituiu Igor Julião no intervalo e conseguiu dar mais intensidade ofensiva ao lado direito, mas esbarrou na dificuldade de ter que jogar com o pé errado. Foi apenas razoável na defesa. Nota 5

Nino – Bem na saída de bola, teve dificuldades para conter o ataque da Chapecoense, principalmente nas bolas altas. Nota 5

Yuri – Fez bom papel ao chegar ao ataque e não errou nada nos passes, mas falhou no gol da Chape. Nota 5

Caio Henrique – A disposição de sempre. Apesar de alguns erros, foi uma das mais importantes peças ofensivas. Nota 6

Allan – Entregou uma bola, algo raro, na transição defensiva. Fez alguns lançamento estilo Gerson, mas acabou expulso pelo excesso em algumas jogadas. Nota 5

Daniel – Alternou bons e maus momentos quando tentou municiar o ataque. Sem erros na transição ofensiva. Nota 6,5

Frazan – Entrou no lugar de Daniel após a expulsão de Allan e recompôs a defesa quando a Chape pressionou. Nota 5,5

Paulo Henrique Ganso – Fez  o de sempre. Tentou dar fluidez ao meio de campo e se dedicou ao jogo. Marcou o gol em cobrança de pênalti. Foi o mais efetivo no meio de campo. Nota 7

Marcos Paulo – Muita movimentação e boas jogadas. Nota 6,5

Brenner – Só apareceu no primeiro tempo em grande jogada individual. Funcionou bem taticamente, em alguns momentos, na fase defensiva. Nota 5,5

Ewandro – Substituiu Brenner na segunda etapa e não se encontrou no jogo. Nota 4

João Pedro – Marcou um belo gol, mas estava em impedimento. Foi quem mais deu trabalho à defesa da Chape, com muita movimentação. Nota 6,5

Fernando Diniz – O erro básico foi deixar Frazan no banco, o melhor jogador do Fla-Flu. O  preço foi levar um gol com três minutos de jogo, que não conseguiu reverter. A substituição de Julião por Mascarenhas não fez muito sentido. No mais, o time não abriu mão de fazer seu jogo, exceto nos minutos finais, quando deu branco geral. Nota 6

Arbitragem – Uma atuação deprimente, que esculhambou o espetáculo e tirou o prazer de assistir ao jogo. Muitas decisões equivocadas, sempre favorecendo a Chapecoense. Desastre completo. Quase não teve jogo com tantas paralisações para conversar com jogadores ou ouvir o VAR em lances banais. Nota 1

Chapecoense – Conseguiu controlar o jogo durante os 90 minutos. O time de Ney Franco levou o jogo para onde queria. Nota 7

Seja sócio futebol e obtenha até 100% de desconto na bilheteria em todos os jogos do Flu como mandante. Nossa hora é agora. Clique aqui e faça já o seu plano!

 

2019-06-15T19:20:21+00:00 junho 13th, 2019|

Um Comentário

  1. Paulo Gustavo
    RALPH DE SOUZA FILHO 14 de junho de 2019 em 05:09- Responder

    DORMIRA PREMIDO POR ACORDAR COM O GALO A CANTAR NÃO SEM ANTES ADMIRADO TESTEMUNHAR A FRAGÍLIMA POSTURA DO AGENOR ALCUNHA MAIS PRÓXIMA D’UM SAMBA PAULISTA DO ADONIRAM BARBOSA NO GOL DA CHAPE E CERTO AO CONTRÁRIO DO DINIZ NÃO IMPORTAR NADA A SAÍDA DO LUCIANO DE OLHO NA MOLEZA DE RECEBER SEM JOGAR ALIÁS O QUE QUASE NÃO NOS MOSTRARA NA CURTA PERMANÊNCIA NA VITRINE DO ENTREPOSTO A QUE CHEGAMOS PROTAGONIZAR E DO QUAL TENHAMOS QUE NOS LIBERTAR ADOTANDO UMA INTELIGÊNCIA MAIS ACURADA NO ATO DO CONTRATO DO CHEGANTE E CREIO SENÃO UM CASTILHO ALGUÉM BEM ALI NO TOPO DO ARCO ONDE COMEÇA O TIME NÃO MAIS NA ZONA DO DESCENSO TODAVIA A CONTAR COM INTERREGNO OPORTUNÍSSIMO E A VOLTA DOS MENINOS SOB OS CUIDADOS NADA CONFIÁVEIS DESSA CBF A REBOCAR IMAGEM CARCOMIDA DISSEMINADA POR NOSSO AINDA DESORGANIZADO FUTEBOL. 1 x 1 NAS CIRCUNSTÂNCIAS DEMONSTRA A VERIFICAR – SE A A TABELA FUTURO NEM TÃO NEBULOSO NA CASA DAS LARANJEIRAS. OXALÁ!..

Deixar Um Comentário