Andel! Os mais afoitos o chamaram de mercenário

Na coluna de Paulo Roberto Andel, trecho do livro “O Fluminense que eu vivi”, que fala de Dario Conca

“Um dia, foi embora chorando para a China. Prometeu que voltaria e cumpriu a palavra. O Fluminense estava uma bagunça dentro e fora de campo. Uma nova proposta mandarim o levou para sempre. Os mais afoitos o chamaram de mercenário. Os veteranos lembraram que Edinho e Rometiro também tiveram saídas que não honraram a dedicação dos craques. Se soubessem o que um herói dizia nos bastidores em 2009, louco para pular do barco antes da “Segunda Divisão”, refletiriam.”

Confira na íntegra clicando aqui!

Seja sócio futebol e obtenha até 100% de desconto na bilheteria em todos os jogos do Flu como mandante. Nossa hora é agora. Clique aqui e faça já o seu plano!

Panorama às 16:14

2019-04-25T16:27:07+00:00 abril 25th, 2019|

Deixar Um Comentário