Modelo de jogo de Diniz não é problema para Muriel

“No Belenenses, meu treinador tinha o mesmo estilo”

Seria o modelo de jogo de Diniz um problema para Muriel? Algumas estatísticas tendem a sugerir que sim. Em Portugal, os números do goleiro apontam 85% de acerto de passes com os pés. Numa proposta tática em que o goleiro é obrigado a jogar com os pés, os números assustam. Para se ter uma ideia, Rodolfo, antigo titular de Diniz, tinha mais de 98% de acerto.

Estatísticas, no entanto, são só estatísticas. É preciso ouvir o depoimento de Muriel sobre isso. Já na primeira entrevista, o goleiro teve a oportunidade de tentar acalmar eventual nervosismo da torcida tricolor.

“Acho que isso foi o que mais evoluí em Portugal. Se isso é treinado, fica mais fácil. Encontrei isso lá e teremos isso aqui. O sistema era parecido. Tenho amigos que passaram e estão aqui. O pessoal me falou do trabalho do Diniz. Joguei contra quando estava no Bahia e ele no Oeste. Hoje, no primeiro treino, percebi que é tudo pensado. No Belenenses, meu treinador tinha o mesmo estilo. Temos de fazer parte do time. Não é nenhuma loucura, tudo é treinado”, declarou Muriel durante sua apresentação no CTPA.

Contratado para ser protagonista

Se o modelo de jogo de Diniz não é problema para Muriel, pelo menos em sua própria visão, o goleiro tem mais a agregar ao elenco tricolor. Aos 33 anos, já rodou o mundo e aprendeu muito.

“Quando se é mais novo, não se tem o timing certo. Na Europa, se conhece outras culturas, novos jogadores e treinadores. Isso acrescentou muita coisa na minha vida. Eu fiquei 17 anos no Inter, então, foi a primeira vez que me desliguei do clube. Até então, só tinha saído por empréstimo.”

Leia também: O desafio de Muriel (por Paulo Rocha)

Muriel está treinando desde segunda-feira. É improvável que seja titular contra o Ceará. Não há dúvidas, todavia, de que foi contratado para ser protagonista. Experiência para isso não falta e o grupo certamente se beneficia com isso. Fazer história no Maior Clube do Brasil é o propósito de Muriel, segundo suas próprias palavras. O último protagonista debaixo das traves foi Cavalieri no já longínquo ano de 2012.

Seja sócio futebol e obtenha até 100% de desconto na bilheteria em todos os jogos do Flu como mandante. Nossa hora é agora. Clique aqui e faça já o seu plano!

Marcelo Savioli às 18:06

Foto: Lucas Merçon (Fluminense Football Club)

2019-07-12T18:52:29+00:00 julho 12th, 2019|

Deixar Um Comentário