Mesmo com desclassificação, Diniz vê Flu evoluindo e diz que Tricolor poderia ter ido às finais

“O dia de hoje é muito frustrante, mas o saldo do campeonato é positivo

Foram quatro duelos com o Flamengo, um deles com um time totalmente reserva. Tirando esse jogo, em que o Flu foi derrotado por 3 a 2, o saldo foi de uma vitória, um empate e uma derrota.

O empate, na noite de ontem, foi, infelizmente, o resultado que eliminou o Tricolor das finais do Campeonato Estadual. Apesar da eliminação, Diniz acredita que o saldo do Fluminense é positivo na temporada.

– Podíamos claramente ter chegado à final. Quase conseguimos. Os jogadores estão de parabéns. A equipe foi evoluindo em todos os aspectos durante a competição. O dia de hoje é muito frustrante, mas o saldo do campeonato é positivo. No segundo tempo, o Fluminense teve uma postura bem arrumada atrás a maior parte do tempo. O Flamengo teve poucas chances claras. Tivemos essa postura de sermos mais agressivos no primeiro tempo, mas não estávamos tendo uma noite muito inspirada na troca de passes. O Flamengo fazia muita pressão. O resultado estava a nosso favor e o jogo pedia para sermos mais conservadores. Quando voltamos, o Flamengo não foi criando chances como no primeiro tempo, quando estávamos marcando mais alto e tentando sair demasiadamente por baixo, quando já se via que o jogo estava travado.

Quanto à queda de rendimento do Fluminense, Diniz acredita que a equipe se ressente do excesso de desfalques num grupo que ainda busca entrosamento.

– É um time que está se conhecendo. Estamos há três meses trabalhando juntos, mas com muitos problemas. Começamos com o Ibañez, que saiu. Digão teve lesão, Léo Santos se machucou, teve a expulsão do Ganso. É um elenco que está se conhecendo e sendo mito mexido, com pouco tempo para treinar. Tenho que parabenezar os jogadores. Treinamos e jogamos de uma maneira muito intensa. Eles estão fazendo muito pelo pouco tempo que estamos trabalhando juntos.

Talvez isso explique as estatísticas do Fla-Flu em que, pela primeira vez no ano, o Fluminense teve menos posse de bola que o adversário e trocou 299 passes, contra uma média de 510 por partida.

Diniz afirmou, também, que o Fluminense deve anunciar reforços, mas manifestou preocupação com possíveis saídas de atletas. O Flu enfrenta o Luverdense na próxima terça-feira e estreia no Campeonato Brasileiro no dia 28 de abril, no Maracanã, contra o Goiás.

Siga o melhor site de notícias do Fluminense por meio da nossa página no Facebook

Por: Marcelo Savioli às 12:03

Foto: Lucas Merçon (Fluminense Football Club)

2019-04-07T16:11:48+00:00 abril 7th, 2019|

Deixar Um Comentário