Lesão evitou venda de Pedro ao Real Madrid por valor bem abaixo da multa rescisória

Segundo a ESPN, craque teria sido vendido por 30 milhões de euros, quando multa é de 50 milhões

A lesão sofrida em agosto evitou a venda de Pedro ao Real Madrid por um valor bem abaixo da multa rescisória. A informação é da ESPN Brasil. Na ocasião, o Fluminense contava com a venda para quitar débitos fiscais. Posteriormente, em outubro, o clube tomou empréstimo bancário de R$ 50 milhões com a mesma finalidade.

Segundo a ESPN, Pedro teria sido vendido por 30 milhões de euros, quando a multa rescisória é de 50 milhões. O Fluminense teria recebido a quantia de R$ 66,15 milhões, equivalente a 50% do valor da venda.

Segundo o empresário do atleta, Márcio Giugni, em declaração dada à TV Globo, Pedro já estava com tudo acertado com o Real Madrid antes de sofrer a lesão, que acabou melando o negócio.

“Naquele momento, tínhamos chegado a um acordo com o Real Madrid. Tínhamos conversado com o Fluminense e com a família. Só faltava assinar”, declarou Giugni.

Venda é dada como questão de tempo

Caso venda Pedro pelo valor da multa rescisória, o Fluminense terá direito a receber R$ 110,25 milhões. O problema é que o Tricolor segue asfixiado por uma gigantesca dívida de curto prazo, que prejudica o fluxo de caixa, cujo equilíbrio depende de receitas extraordinária, como a transferência de atletas.

O presidente Pedro Abad negocia com dois fundos de investimentos para captar um montante superior a R$ 200 milhões e alongar o perfil da dívida. As receitas com transferências de atletas deixariam, nesse caso, de servir para aliviar o fluxo de caixa e serviriam como garantia de ressarcimento aos investidores.

Aconteça ou não o aporte financeiro desejado, a venda de Pedro ao Real Madrid é dada como questão de tempo nas Laranjeiras, mas o clube, caso feche o negócio com fundo de investimento, ganharia maior poder de barganha na negociação.

Siga o melhor site de notícias do Fluminense por meio da nossa página do Facebook

Por: Marcelo Savioli às 13:05
2019-03-31T18:28:18+00:00 março 31st, 2019|

Deixar Um Comentário