#Laranjeiras100anos! Um projeto vital para a saúde econômica e sobrevivência do Fluminense como força competitiva

Grupo apresenta projeto de revitalização das Laranjeiras, que será bancado por investidores

O grupo de tricolores, composto por conselheiros e sócios do Fluminense, batizado de Laranjeiras XXI, apresentou na tarde de hoje à imprensa o projeto de revitalização das Laranjeiras. A obra é essencial para que o Fluminense possa se fortalecer economicamente, a começar pela capacidade de lucrar com seu principal produto no match day.

Leia também: #Laranjeiras100anos – Projeto de revitalização das Laranjeiras tem semelhanças, guardadas as devidas proporções, com projeto da Arena do Palmeiras

Além disso, o projeto proposto pode se tornar importante gerador de outras receitas, principalmente com o aluguel da arena, que terá capacidade para 15 mil pessoas, para shows e  eventos.

 

Os responsáveis pelo projeto são Caíque Pereira, Diogo Bueno, Gustavo Marins, Nardo Gutlerner, Nestor Bessa, Ricardo Lafayette e Sergio Poggi. A convicção do grupo é que que o clube não terá nenhum custo, uma vez que o investimento será obtido junto a torcedores e investidores.

– Estamos em um ano eleitoral, mas o projeto é apolítico, e o único beneficiário é o Fluminense. O clube não terá custo algum. É zero. O projeto é vital para a nossa sobrevivência. O interesse nosso é que o próximo presidente tenha essa sensibilidade. Ele tem de pensar mais no clube do que na política. A situação é dramática e, a partir de Laranjeiras, podemos começar a mudar a situação – falou Marins.

Além das receitas com aluguel da Arena, o complexo das Laranjeiras terá um centro de convenções para aluguel, bares e uma mega loja de artigos do clube.  O grupo trabalha com a possibilidade de erguer camarotes, ficando essa decisão posta frente à eventual demanda e relação custo-benefício.

Leia também: #Laranjeiras100anos – “O Fluminense não foi impedido, ele se impediu de jogar nas Laranjeiras”

Isso não impedirá a utilização do Maracanã. A ideia, já defendida por grande parte da comunidade tricolor, é conciliar, de forma lucrativa, a utilização das duas arenas.

Os idealizadores do projeto já obtiveram 75% dos custo de R$ 1 milhão para a entrega da primeira parte do projeto.

– Temos 75% do valor da fase inicial do projeto, de estudo para poder apresentar aos órgãos competentes, assinado e captado. Não foi depositado por conta da situação eleitoral. A gente seria irresponsável de fazer sem ter a definição da situação do clube – explicou Diogo Bueno.

Seja sócio futebol e obtenha até 100% de desconto na bilheteria em todos os jogos do Flu como mandante. Nossa hora é agora. Clique aqui e faça já o seu plano!

Por: Marcelo Savioli às 18:14
Fotos: Twitter (Ricardo Lafaiete)
2019-05-09T09:08:20+00:00 maio 8th, 2019|

Deixar Um Comentário