#Laranjeiras100anos – Símbolo de grandeza de um gigante, celeiro de grandes personagens do futebol

O estádio das Laranjeiras completou, ontem, 100 anos mas sua verdadeira idade só é possível medir com a régua da eternidade

Um dos traços do estádio das Laranjeiras é ter visto treinar e jogar verdadeiros monstros sagrados do futebol brasileiro. Antes mesmo da inauguração do estádio, em 1919, por lá já desfilavam monstros sagrados como Marcos de Mendonça (primeiro goleiro da Seleção Brasileira) e Osvaldo Gomes (autor do primeiro gol da seleção canarinho).

O gramado das Laranjeiras foi pisado por Oscar Alfredo Cox, patrono e fundador do Fluminense Football Club, campeão carioca, como jogador, em 1906 e 1908. Durante décadas, Laranjeiras serviu de palco para os hoje grandes rivais, Flamengo e Vasco. No primeiro ano do novo estádio, em 1919, o Fluminense foi tricampeão carioca no lendário Fla-Flu, que o Tricolor venceu por 4 a 0.

Resultado de imagem para preguinho fluminense

Preguinho, a versão na vida real do Super Homem, campeão em diversas modalidades e um dos 10 maiores artilheiros da história do Fluminense

Pisaram o gramado das Laranjeiras, suando a camisa, treinando ou jogando, monstros sagrados, como Preguinho, a versão real do Super Homem, Romeu Pellicciari, Tim, Hércules, Orlando, Marinho, Castilho, Pinheiro, Píndaro, Didi, Telê, Waldo, Veludo, Escurinho, Félix Venerano, Marco Antônio,Flávio Minuano, Cafuringa, Samarone, Lula, Manfrini, Rivelino, Paulo César Caju, Gerson, Carlos Alberto Torres, Edinho, Carlos Alberto Pintinho, Dirceu, Gil Búfalo, Rodrigues Neto, Doval, Denilson, Toninho Baiano, Mário Sérgio, Dionísio, Gilson Gênio, Marinho Chagas, Batatais e tantos outros.

Símbolo de grandeza

São nomes em quantidade suficiente para prorrogar a condição de grandeza do Fluminense pela eternidade. Só que a lista está longe de terminar. Mais recentemente, o gramado das Laranjeiras fez parte do dia a dia de Delei, Edevaldo, Mário, Cláudio Adão, Paulo Vitor, Ricardo Gomes, Duílio, Branco, Aldo, o Caçador de Urubu, Jandir, Assis, Romerito, Tato, Washington, Bobô, o Super Ézio, Renato Gaúcho, Marcão, Magno Alves, Roger, Roni, Fernando Diniz, Marcelo, Thiago Silva, Romário, Edmundo, Thiago Neves,o magistral Dario Conca, Dodô, Washington Coração Valente, Fernando Henrique, Fred, Mariano, Alan, Deco  (o Mago), Rafael Sóbis, Carlinhos, Belletti, Gum e Leandro Euzébio, a dupla de zagueiros bicampeão brasileira e duas vezes menos vazada, Diguinho, Jean e, antes de deixar de ser o campo de treino do Prêmio Nobel do Esporte, ninguém menos que Ronaldinho Gaúcho.

Resultado de imagem para treino nas Laranjeiras Deco Fred Conca

São apenas alguns dos nomes expressivos da história do futebol brasileiro que pisaram a grama sagrada. Seria possível produzir uma muito mais extensa. Homens que viveram sua rotina nas Laranjeiras e que são símbolo de grandeza de um gigante. O estádio das Laranjeiras completou, ontem, 100 anos, mas sua verdadeira idade só é possível medir com a régua da eternidade.

Seja sócio futebol e obtenha até 100% de desconto na bilheteria em todos os jogos do Flu como mandante. Nossa hora é agora. Clique aqui e faça já o seu plano!

Por Marcelo Savioli às 12:16
2019-05-12T11:12:47+00:00 maio 13th, 2019|

Deixar Um Comentário