GRÊMIO 4X5 FLUMINENSE – Uma virada antológica no melhor jogo do ano

Flu sai perdendo de 3 a 0 e consegue virada histórica

O Fluminense obteve uma vitória antológica no melhor jogo do ano no futebol brasileiro, que reuniu duas equipes que só se preocuparam em jogar futebol. O que fez de Grêmio e Fluminense uma partida memorável foi o fato de que o Grêmio, com menos de 25 minutos de jogo, vencia por 3 a 0, mas o Fluminense se impôs e virou.

O próximo duelo do Maior Clube do Brasil será no próximo sábado, contra o Botafogo, no Maracanã. A expectativa é de que o Maraca vire um inferno. Para o Botafogo, claro.

Primeiro tempo de thriller de cimena

Logo aos 5 minutos, Cortez passou pela esquerda, recebeu passe de Jean Pierre, cruzou e André se atirou na bola para abrir a contagem para o Grêmio. Sete minutos depois, Éverton se antecipou no primeiro poste e, de cabeça, mandou para o barbante. Aos 20 minutos, Rodolfo saiu nos pés de Éverton para evitar o terceiro. Dois minutos depois, o Grêmio entrou tabelando, sem cerimônia, na defesa do Flu e Jean Pierre rolou para o barbante para fazer o terceiro do Grêmio.

Era um verdadeiro pesadelo para o Fluminense, que não abria mão de seu estilo de jogo, mas era cada vez mais encurralado em seu campo. A partir dos 30 minutos, no entanto,  o Grêmio afrouxou a pressão. A bola não parava de rolar de pé em pé e o Fluminense não abria mão de jogar de pé em pé, até que aos 39 minutos saiu a grande jogada, que terminou com arremate errado de Luciano, na marca do pênalti, que sobrou para Yony González se atirar na bola para diminuir.

No minuto seguinte, Júlio César tentou sair jogando e foi desarmado por Luciano, que rolou para o gol vazio. O Grêmio ameaçou em seguida, com Jean Pierre se atirando na bola na área e quase ampliando. Uma loucura total, mas com futebol de alto nível, na Arena do Grêmio.

Vitória antológica

O Fluminense voltou para o segundo tempo com Daniel no lugar de Aírton. Daniel iniciou ataque logo no início, que terminou em arremate venenoso de Bruno Silva, que Júlio César defendeu a escanteio. Na sequência, Júlio César salvou gol feito do Flu em cabeçada de Matheus Ferraz. Aos 7 minutos, Matheus Ferraz cabeceou e obrigou Júlio César a mandar a escanteio.

O Fluminense imprensava o Grêmio. Em cobrança de falta, Luciano cabeceou, Júlio César defendeu e Matheus Ferraz empurrou para o barbante, empatando. Aos 20 minutos, Diniz substituiu Guilherme por Pedro. Na sequência, o árbitro deu pênalti para o Fluminense, assinalando falta de Kanneman em Matheus Ferraz. Pedro cobrou e deslocou Júlio César, colocando o Flu em vantagem: 4 a 3.

Aos 34 minutos, Bruno Silva entregou a bola e Marinho desperdiçou para o Grêmio, mas o Fluminense seguia investindo na posse de bola. Aos 35 minutos, Igor Julião entrou no lugar de Luciano. O Fluminense contra-atacou e Danielzinho obrigou Júlio César a fazer defesa espetacular. Na sequência, Kanneman fechou no primeiro pau em cobrança de escanteio e empatou para o Grêmio. No lance seguinte, Luan tentou por cobertura e foi a vez de Rodolfo fazer defesa espetacular.

No lance seguinte, André furou na pequena área e perdeu o gol da virada do Grêmio. O Fluminense continuou brigando e Yony González pegou rebote, matou no peito e soltou aa bomba. A bola desviou na zaga e morreu no barbante. Fluminense 5 a 4. Para completar, nos acréscimos, o VAR tentou encontrar, sem conseguir, um pênalti, inexistente, para o Grêmio.

Seja sócio futebol e obtenha até 100% de desconto na bilheteria em todos os jogos do Flu como mandante. Nossa hora é agora. Clique aqui e faça já o seu plano!

Redação às 21:01
2019-05-06T13:27:40+00:00 maio 6th, 2019|

Deixar Um Comentário