Flusócio anuncia encerramento das atividades e Abad passa a faixa presidencial

Grupo político deixa algumas boas obras, porém ofuscadas pela péssima gestão financeira e no futebol profissional

O grupo político Flusócio, que esteve no comando do Fluminense nos últimos oito anos e meio, anunciou, por meio de seu blog, o fim das atividades.  O grupo chegou ao poder na eleição de 2010, por meio da candidatura de Peter Siemsen.

Como principais legados, depois de três mandatos comandando o Conselho Diretor e o Conselho Deliberativo, entregou os novos planos de sócio e a ampliação da democratização do clube; a transformação de Xerém em centro de excelência, a sala de troféus reformada e o CT Profissional.

Em compensação, o grupo falhou na condução das finanças. Entregará o clube com uma dívida que pode ser o dobro da que encontrou em 2011. Em termos de gestão, o clube evoluiu durante os últimos anos, principalmente na gestão Abad, porém muito aquém do que precisava.

Uma lux que se apaga um pouco para além da porta dos fundos

O futebol profissional é o aspecto mais decepcionante. Exceto pelos títulos de 2012, construído com uma enxurrada de dinheiro da Unimed, o futebol viveu à deriva a partir de 2013. Tudo isso sem que em momento algum um plano de longo prazo houvesse sido sequer cogitado. Pedro Abad deixa, pelo menos, o embrião de um time vencedor. A formação da orquestra de Fernando Diniz tem o toque mágico de Xerém, o bom trabalho do setor de captação e uma pitada de sorte.

Leia também: #Eleições2019! Mário Bittencourt é o novo presidente do Fluminense

A Flusócio é uma luz que se apaga um pouco para além da porta dos fundos. Sai sem deixar saudades, deixando o clube em situação financeira delicada e longe dos títulos há sete anos. O Fluminense segue. Na noite de ontem, Abad transferiu para Mário Bittencourt, um dos principais personagens, à frente do futebol, do desastroso segundo mandato de Peter Siemsen. Como vice presidente, Celso Barros, o presidente da patrocinadora que por duas vezes apoiou publicamente Semsen e a Flusócio. A expectativa é que a filosofia de gestão mude nos próximos anos.

Seja sócio futebol e obtenha até 100% de desconto na bilheteria em todos os jogos do Flu como mandante. Nossa hora é agora. Clique aqui e faça já o seu plano!

Marcelo Savioli às 11:41

2019-06-11T11:51:39+00:00 junho 11th, 2019|

Deixar Um Comentário