Fluminense não consegue reduzir custos do Maracanã e tem prejuízo na bilheteria contra o Botafogo

O Fluminense não conseguiu, até aqui, reduzir os custos com o Maracanã, principal promessa atrelada à mudança do controle do estádio, que saiu das mãos do Consórcio Maracança S/A e passou para as mãos de Fluminense e Flamengo. Na partida com o Botafogo, no último sábado, as despesas totalizaram R$ 644,5 mil, gerando um prejuízo de R$ 36,5 mil, apesar do público de 22.350 pagantes.

A arrecadação de R$ 608 mil divulgada no borderô não inclui as receitas com consumo de bebidas e alimentos no interior do estádio, o que indica que, na verdade, o clube deve até ter obtido lucro. Além disso, o aluguel de R$ 90 mil, incluído nas despesas, vai para o próprio clube, como receita do estádio. É com essa receita que Fluminense e Flamengo pagarão parte do custo administrativo do Maracanã, na faixa de R$ 1,1 milhão para cada um.

Seja sócio futebol e obtenha até 100% de desconto na bilheteria em todos os jogos do Flu como mandante. Nossa hora é agora. Clique aqui e faça já o seu plano!

Cinco Minutos às 17:50
Foto: Lucas Merçon (Fluminense Football Club)
2019-05-14T17:56:37+00:00 maio 14th, 2019|

Deixar Um Comentário