Fluminense e Cruzeiro apresenta estatísticas inacreditáveis, que refletem, mas não explicam, Flu de Fernando diniz

Fluminense teve 69% de posse de bola e placar de 20 a 1 em finalizações

O resultado da partida entre Fluminense e Cruzeiro é indefensável perante as estatísticas do jogo. Alguém que não assistiu à partida e não sabe o resultado, certamente responderá, sem pestanejar, que o Flu obteve uma vitória tranquila. Ficaria de boca aberta ao saber que o Fluminense conseguiu nada mais que um empate dramático no último minuto, já nos acréscimos, no derradeiro lance do jogo.

O Tricolor teve 69% de posse de bola e disparou 20 tiros contra a meta mineira. O Cruzeiro desferiu apenas um golpe contra a meta de Rodolfo, que acabou convertido em gol. Pode-se dizer que o Cruzeiro tem um ataque bem mais preciso, mas talvez essa explicação, por si só, não seja suficiente para explicar tamanha distorção. De qualquer forma, se o Fluminense começar a converter em gols algumas das oportunidades criadas durante as partidas, não há dúvidas de que tende a melhorar bastante os resultados.

– Está faltando botarmos a bola para dentro do gol. Jogamos contra um grande adversário, que se defende muito bem. O Fluminense tem que ser muito elogiado pela partida que fez, independentemente do resultado. Podia ter terminado 1 a 0 para o Cruzeiro e isso não tiraria o mérito da partida que fizemos. O volume de finalizações está alto e a bola vai começar a entrar. Temos que insistir. Não podemos achar que isso é o errado – declarou Fernando Diniz após o empate em 1 a 1 no Maracanã.

Flu segue pressionado por resultados

O gol de empate no final, marcado pelo jovem João Pedro, evitou, cancelou ou adiou o encontro do Fluminense e de Fernando Diniz com uma bifurcação perigosa. Mesmo diante da contundência das estatísticas, há quem atribua ao modelo de jogo, principal responsável pelas mesmas, a escassez de gols.

– Eles jogaram por uma bola. Se jogamos assim e perdemos, como foi contra o Botafogo, dá uma impressão muito equivocada de que se jogássemos de outra forma as chances de ganhar aumentariam. A maneira como a equipe está jogando, segundo aquilo que penso de futebol e da vida, estamos fazendo o melhor possível para ganhar os jogos. A bola vai passar a entrar. Tem que insistir. O modelo está correto e os jogadores se entregaram muito – defendeu o treinador.

Leia também: FLUMINENSE 1X1 CRUZEIRO – João Pedro empata no final para o Time de Guerreiros

De qualquer modo, o Fluminense segue pressionado por resultados. É importante que eles venham para consolidar o modelo e dar tranquilidade para Diniz. Além disso, livrariam o clube de uma bifurcação perigosa, tendo que escolher entre a continuidade do modelo e do treinador ou uma perigosa ruptura.

Seja sócio futebol e obtenha até 100% de desconto na bilheteria em todos os jogos do Flu como mandante. Nossa hora é agora. Clique aqui e faça já o seu plano!

Marcelo Savioli às 16:20
Foto: Lucas Merçon (Fluminense Football Club)

.

2019-05-16T17:10:56+00:00 maio 16th, 2019|

Deixar Um Comentário