Fluminense denuncia manipulação de resultado com ajuda do VAR

Diretor de futebol, Angioni escancara pouca vergonha no futebol brasileiro

Mal começou o Campeonato Brasileiro, o VAR se comprovou um desastre, uma solução incompatível com um ambiente contaminado como é o futebol brasileiro. O Fluminense foi descaradamente prejudicado logo na primeira rodada. O VAR teve influência direta na partida ao anular gol legal de Everaldo, que seria o da vitória do Fluminense, derrotado por 1 a 0 pelo Goiás em lance de cobrança de falta inexistente.

O Campeonato Brasileiro começa sob a condição de escândalo, o que é muito ruim para a competição, embora nunca tenha havido uma preocupação maior com a reputação da mesma, já que a mídia brasileira não se importa muito com decência e os clubes, muito menos, com o fortalecimento comercial do futebol brasileiro.

– Vim aqui para alertar para os equívocos do VAR. O aperfeiçoamento disso causou um prejuízo ao Fluminense. São erros primários que se cometem. Interferência desmedida, falta de critério. Demora. Não consigo entender ainda. Acaba sendo interpretação em alguns lances. Por mais que seja isso, no lance do gol, a intervenção do jogador do Fluminense não trouxe prejuízo para a trajetória da bola. Em dois lances capitais, hoje o VAR e o árbitro prejudicaram o Fluminense de uma forma feia. No lance do Everaldo, não foi falta, ele conseguiu enxergar onde não houve. Esse arbitro tem hábito de errar contra o Fluminense no passado – falou Paulo Angioni, diretor de futebol do Fluminense, após mais um escândalo de arbitragem.

O futebol brasileiro entra em crise aguda, num momento em que o domínio da Globo inverte de forma cabal as tradições, elevando clubes de menor relevância, como Flamengo e Corínthians, à condição de protagonistas artificiais do futebol brasileiro.

Seja sócio futebol e obtenha até 100% de desconto na bilheteria em todos os jogos do Flu como mandante. Nossa hora é agora. Clique aqui e faça já o seu plano!

Por : Marcelo Savioli às 23:05

 

2019-04-28T23:31:01+00:00 abril 28th, 2019|

3 Comentários

  1. Paulo Gustavo
    Geraldo Chaves 29 de abril de 2019 em 17:03- Responder

    O VAR da CBF só veio para reforçar a roubalheira, oficializando o apoio dos árbitros aos “mais queridos”.

  2. Paulo Gustavo
    Otavio 29 de abril de 2019 em 22:48- Responder

    Em vez de ficar reclamando devia reconhecer que o time jogou nada. O Goiás no primeiro tempo já tinha perdido dois gols. Jogou com 3 cabeças de are a contra o Goiás e reclama da arbitragem? Dois jogos, se o goals a favor e 3 contra. Uma derrota e um empate. Com 3 cabeças de área. Cintra Santa Cruz e Goiás em casa!! Era com isto que deviam estar preocupados!!!

  3. Paulo Gustavo
    Itamar 30 de abril de 2019 em 14:10- Responder

    Otavio ou otário, qual a importância de jogar bem ou mal, se houver interferência no resultado, ignorância tem limite, deveria se atentar ao fato do jogo ter sido manipulado.

Deixar Um Comentário