FLUMINENSE 1X1 CEARÁ – Flu perde muitos gols e fica no empate no Maracanã

Ataque vai muito mal e inviabiliza vitória tricolor

O Fluminense teve quase um mês para treinar, mas apresentou os mesmos problemas na noite de hoje no Maracanã. Desperdiçou gols, foi afoito na segunda etapa e acabou entubando um resultado desastroso.

Pedro marcou na primeira etapa e Thiago Alves empatou com um golaço de bicicleta. Tudo isso aconteceu no primeiro tempo, mas o ataque foi o ponto fraco do Fluminense, com péssima atuação de João Pedro.

Com o resultado, o Ceará foi à 14a posição, com 10 pontos, e o Fluminense à 13a, com nove. O próximo compromisso tricolor será contra o Vasco, no próximo sábado, às 11h, em São Januário.

Flu domina, mas é castigado no final

O primeiro tempo teve ritmo intenso, com o tradicional domínio tricolor. Aos 6 minutos, Ganso fez virada espetacular para Caio Henrique, mas o passe para Pedro foi impreciso. Na sequência, Agenor teve que se atirar para dividir com Thiago Galhardo, evitando o gol do Ceará. Yony cruzou rasteiro, a zaga não afastou e Ganso bateu rente à trave. Dois minutos depois, Daniel deixou Yony livre na área. O cruzamento pegou João Pedro, que bateu de primeira, mas errou o alvo.

O Fluminense seguiu desperdiçando oportunidades de gol. Caio tabelou com Ganso e cruzou rasteiro. João Pedro, na mesma posição do lance anterior, ajeitou e obrigou o goleiro a fazer grande defesa. O próprio João Pedro roubou a bola da defesa e, após passe de Ganso, cruzou para pedro carimbar o defensor e Yony bater em cima do goleiro.

O Ceará também ameaçava. Ricardinho cobrou falta no ângulo e Agenor voou para fazer grande defesa. Aos 42 minutos, porém, Daniel cobrou escanteio, Nino desviu e Pedro mandou para o barbante, abrindo a contagem. Na sequência, Yony ganhou na marra do defensor, foi derrubado e o árbitro não deu o pênalti. Para piorar, Thiago Alves aproveitou falha da defesa do Flu em cobrança de escanteio e marcou um golaço de bicicleta.

Final de noite sem graça nenhuma

O Flu voltou para o segundo tempo sem mudanças. O que não mudou foi João Pedro desperdiçando grande oportunidade logo aos 2 minutos. Aos 8 minutos, João Pedro perdeu a bola no ataque e ligou o contragolpe do Ceará, Matheus Gonçalves saiu na cara do gol e fulminou Agenor, virando para o Vozão, mas o VAR pegou impedimento do atacante do Ceará, que impediu a progressão do zagueiro Nino no lance.

Na sequência, Diniz trocou Yury por Marcos Paulo. O Fluminense partiu para uma pressão infernal, com sucessivos escanteios. Aos 21 minutos, Ganso bateu de fora da área e deu um susto em Diogo, que mandou a escanteio. O Ceará respondeu em torpedo de William, que obrigou Agenor a defender de manchete.

De tanto o Fluminense afunilar o jogo, o Ceará conseguiu igualar o jogo e levar perigo ao gol de Agenor. Aos 42 minutos, Caio Henrique fez jogada individual pela esquerda e cruzou para Pedro cabecear e Diogo fazer defesa cinematográfica, salvando o Ceará. Diniz colocou Miguel Silveira no lugar de João Pedro.

O árbitro deu dez minutos de acréscimos, mas parece que nem que desse o dobro. O Flu ficou no empate e saiu de campo vaiado por mais de 23 mil torcedores.

Seja sócio futebol e obtenha até 100% de desconto na bilheteria em todos os jogos do Flu como mandante. Nossa hora é agora. Clique aqui e faça já o seu plano!

Marcelo Savioli às 22:12

Foto: Lucas Merçon (Fluminense Football Club)

 

2019-07-16T09:53:58+00:00 julho 15th, 2019|

Deixar Um Comentário