Flu prepara manobra para faturar mais e ter João Pedro por mais tempo

Depois da péssima venda feita pela gestão Abad, atual mandatário tenta atenuar prejuízo do Fluminense

Logo que assumiu a presidência do Fluminense, Mário Bittencourt prometeu fazer uma leitura cuidadosa dos aspectos jurídicos e contratuais da transferência de João Pedro para o Watford. A venda do jovem craque de Xerém é reconhecida como o pior momento da gestão Abad.

O negócio foi sacramentado no final de 2018, quando João Pedro já era o artilheiro do Brasil na categoria Sub-20. O Fluminense, na ocasião, recebeu 2,5 milhões de euros. O valor total pode chegar a 10 milhões de euros, R$ 43,4 milhões ao câmbio atual. Para chegar a este valor, todavia, terão que ser ativados uma série de gatilhos relacionados a desempenho e obtenção da licença para atuar na Premier League. 

Leia também: João Pedro pode ir parar no Barcelona e Fluminense pode aumentar muito lucro com a venda

O negócio foi tão mal feito, que a multa a ser paga pelo Fluminense em caso de desistência é mais que o dobro do valor máximo que o Tricolor receberá pela operação. em outras palavras, o Fluminense teria que pagar em torno de R$ 90 milhões ao Watfford para desfazer o negócio.

Apesar disso, clubes como o Barcelona estão dispostos a fazer um pequeno sacrifício para ter o atacante. Com algo em torno de R$ 200 milhões em mãos tudo pode se resolver. A multa de R$ 90 milhões seria coberta e o Fluminense ainda ficaria com R$ 110 milhões, um valor que dificilmente seria alcançado mesmo em caso de revenda do atacante pelo Watford, operação em que o Fluminense ainda lucraria 10% do valor total da operação.

Vai depender do João Pedro

Diante disso, Mário Bittencourt, presidente do Fluminense, cogita uma estratégia para reter o atleta por mais tempo e ainda obter uma compensação mais expressiva e justa para o Fluminense abrir mão de sua joias.

– Ultrapassada essa parte técnica e jurídica, eu diria que já estou trabalhando, no ponto de vista comercial, em tentar mantê-lo aqui por mais tempo. E, quem sabe, até mesmo trazer mais algum tipo de remuneração ao Fluminense. Já temos algumas conversas com relação a isso. Sabemos que existem clubes interessados em participar dessa operação financeira – falou o mandatário do segundo cargo mais importante da República em entrevista concedida no final da semana passada.

Mário já reconheceu publicamente que não há brechas no contrato, portanto a única saída é comercial. Tudo vai depender mais do próprio João Pedro. Um desempenho médio arrebatador, como o das primeiras exibições, com seis gols e uma assistência em três jogos, elevaria a cobiça das potências europeias. O Fluminense aposta nisso para não ficar com aquele gosto amargo na boca de quem reconhece que foi passado para trás.

Seja sócio futebol e obtenha até 100% de desconto na bilheteria em todos os jogos do Flu como mandante. Nossa hora é agora. Clique aqui e faça já o seu plano!

Marcelo Savioli às 07:53

Foto: Lucas Merçon (Fluminense Football Club)

2019-07-03T15:45:29+00:00 julho 3rd, 2019|

Deixar Um Comentário