Flu precisará reduzir custo e aumentar receita do match day para ter lucro com Maracanã

Com base nos valores atuais, custo por partida ficaria na casa dos R$ 770 mil

O Fluminense precisa ter um ótimo plano para transformar o Maracanã num bom negócio. Se a rotina de custos e bilheteria se mantiver, o prejuízo é garantido. Ao contrário do que vem sendo dito, Fluminense e Flamengo, assumindo o controle do Maracanã, não terão redução, mas aumento de despesas.

Até então, Flu e Fla tinham como despesas o aluguel do estádio e os custos operacionais por partida. No caso do Fluminense, as despesas ficavam na casa, em média, dos R$ 500 mil. Com o clube assumindo os custos de manutenção do estádio, mais as taxas pagas ao estado, esse custo subirá para a casa dos R$ 770 mil por jogo.

O valor de R$ 770 mil inclui o custo do match Day mais o rateio das despesas fixas do estádio, dentro de uma estimativa de que os clubes disputem no estádio quatro partidas por mês. Em compensação, os clubes se apropriarão de todas as receitas do complexo esportivo, da publicidade estática ao consumo dos torcedores, passando por camarotes e aluguel para shows.

Mesmo assim, a saída para o Fluminense é operar em duas frentes: reduzir o custo do match Day e fazer com que a torcida vá ao estádio, o que não vem acontecendo nesse início de ano.

Empresa independente será encarregada da gestão

Além das despesas mencionadas, os clubes terão ainda que pagar R$ 90 mil de aluguel pelo estádio. Os beneficiários do pagamento são os próprios clubes. Flamengo e Fluminense instituirão uma empresa, que será a verdadeira responsável pela gestão do estádio. Suas contas serão separadas das contas dos clubes.

Flamengo, Fluminense, Vasco e Botafogo terão as mesmas condições para mandar suas partidas. Pagarão todo o custo operacional mais o aluguel à empresa administradora do estádio. Em compensação, terão liberdade para operacionalizar seus jogos e ficarão com todas as receitas com bilheteria e alimentação, arcando com o lucro ou o prejuízo das partidas.

A empresa gestora do Maracanã, controlada por Fluminense e Flamengo, terá a missão de obter receitas suficientes para cobrir o custo mensal com o estádio, que beira a cifra de R$ 2,7 milhões. Caso não consiga, os clubes terão que cobri-lo.

Siga o melhor site de notícias do Fluminense por meio da nossa página no Facebook

Por: Marcelo Savioli às 14:45

 

2019-04-08T17:53:34+00:00 abril 8th, 2019|

Deixar Um Comentário