Flu faturou R$ 119,02 milhões com transferências e empréstimos de atletas em 2018, mas perdeu 14% desse valor em comissões a terceiros

Emprestar e vender jogadores custou caro ao Fluminense em 2018. O clube faturou R$ 119,02 milhões com a rubrica, mas perdeu R$ 16,59 milhões com pagamento de comissões a intermediários, o que significa que esses últimos ficaram com 14% do montante que cabia ao clube.

Para se ter uma ideia do que isso significa, em 2017, na mesma gestão Abad, esse percentual foi de 5,8%, bem menos da metade do que foi em 2018. A rubrica puxou a alta da rubrica “serviços de terceiros”, que saltou, de R$ 20,4 milhões, em 2017, para R$ 30,3 milhões em 2018.

Seja sócio futebol e obtenha até 100% de desconto na bilheteria em todos os jogos do Flu como mandante. Nossa hora é agora. Clique aqui e faça já o seu plano!

Cinco Minutos às 12:00
2019-05-04T19:42:45+00:00 maio 4th, 2019|

Deixar Um Comentário