FLAMENGO X FLUMINENSE – No quarto Fla-Flu do ano, o que está em jogo é a vaga nas finais do Estadual

Sem Paulo Henrique Ganso e precisando da vitória, Flu tenta repetir receita  das semifinais da Taça Guanabara para superar adversário, arbitragem e o VAR

Finalmente chegou o dia do quarto e último Fla-Flu do Campeonato Estadual. Dessa vez, o que está em jogo é a vaga nas finais do Campeonato Estadual, contra Vasco ou Bangu, que se enfrentam amanhã, domingo, no Maracanã, mesmo palco do Fla-Flu deste sábado, que terá início às 19h.

Nos três duelos disputados até aqui, foram duas vitórias rubro-negras e uma vitória tricolor. Aliás, o Flamengo sofreu apenas duas derrotas no ano. A outra foi na última quarta-feira, pela Libertadores, para o Peñarol. O Fla-Flu é a oportunidade para o Flamengo se livrar do baixo astral trazido pela derrota para os uruguaios.

O Fluminense, por sua vez, quer apagar a má impressão deixada nos dois últimos Fla-Flus, principalmente no último, na semifinal da Taça Rio, quando, nos acréscimos, deixou escapar a classificação, graças a um pênalti infantil cometido por Léo Santos.

Sem Ganso, de volta à velha receita

A receita tricolor é repetir a atuação da semifinal da Taça Guanabara, quando, também nos acréscimos, obteve a vitória por 1 a 0, gol de Luciano. Na ocasião, o Flu foi ligeiramente superior e conseguiu impor seu jogo de posse de bola e marcação pressão. Vai precisar fazer isso e um pouco mais, já que o Flamengo, por ter conquistado a Taça Rio, tem a vantagem do empate.

Enquanto o Flamengo atua completo, o Fluminense tem o desfalque de Paulo Henrique Ganso, que ainda não era jogador tricolor na vitória da Taça Guanabara. Daniel deve voltar como titular para tentar reorganizar o meio de campo tricolor.

O Flu deve formar com: Rodolfo; Gilberto, Matheus Ferraz, Nino e Marlon; Caio Henrique, Bruno Silva e Daniel; Luciano, Everaldo e Yony Gonzalez.

O Flamengo, sem novidades, deve enfrentar o maior rival com: Diego Alves; Pará, Léo Duarte, Rodrigo Caio e Renê; Cuellar e Arão; Diego, Éverton Ribeiro, Bruno Henrique e Gabriel.

Cuidado com o VAR!

Apita a partida Bruno Arleu de Araújo, auxiliado por Rodrigo Figueiredo Corrêa e Daniel do Espírito Santo Parro, com Rodrigo Nunes de Sá ficando responsável pelo polêmico VAR, que teve papel importante na vitória rubro-negra no último encontro, anulando gol legal do Fluminense logo no início da partida.

Siga o melhor site de notícias do Fluminense por meio da nossa página no Facebook

 

2019-04-06T13:49:10+00:00 abril 6th, 2019|

Deixar Um Comentário