Diniz evita cobrar protagonismo de Ganso e aposta no sucesso do craque com camisa do Flu

Meia jogou no sacrifício contra a Luverdense, segundo o treinador

Ganso chegou ao Fluminense como principal contratação da temporada, porém cercado de desconfiança. Afinal, não vinha de boas temporadas, sendo apontado como um projeto de craque que não deu certo. O protagonismo de Ganso no Fluminense é, por enquanto, apenas um projeto que não se materializou na prática.

Se há quem não se importe muito com as exigências e expectativas que pesam sobre o camisa 10, esse é Fernando Diniz. O treinador avalia as oscilações do craque como normais e acredita em sua evolução.

– O futebol é muito cíclico. Há três, quatro partidas, ele estava em todos os jornais como destaque. Com a dificuldade dos jogos, acabou mudando. Eu tenho certeza de que ele está evoluindo. Essas quedas, essas oscilações de rendimento, tudo isso é normal. Tenho muita convicção de que ele vai nos ajudar durante a temporada.

Assim como fez a respeito de Yony González na última entrevista coletiva, Diniz chamou atenção para as condições das últimas partidas, apontando como fatores que interferem no desempenho do atleta.

– Nas últimas partidas, o time não jogou com controle da partida. Isso fez com que ele não se destacasse tanto, mas foi em razão do aspecto coletivo. Sem contar que nas últimas duas partidas com o Luverdense o campo e a marcação adversária dificultaram.

Na partida da noite de ontem, Ganso enfrentou um obstáculo a mais.

– Ele teve um desconforto muscular no domingo e se esforçou muito para estar no campo hoje. Ele era dúvida. Se o jogo fosse ontem (terça-feira), provavelmente não teria jogado. Ele jogou para nos ajudar.

Siga o melhor site de notícias do Fluminense por meio da nossa página no Facebook 

Por: Marcelo Savioli às 11:31
Foto: Lucas Merçon (Fluminense Football Club)
2019-04-11T13:34:18+00:00 abril 11th, 2019|

Deixar Um Comentário