Cruzeiro x Fluminense! Agilidade no meio, imposição técnica e um artilheiro matador compõem a receita para o sucesso em Minas

Em compensação, Diniz pode recorrer a nova receita para tornar equipe menos vulnerável defensivamente

O caminho tático para o Fluminense chegar à vitória e à classificação em Minas já foi desenhado há duas semanas, quando o Tricolor enfrentou o próprio Cruzeiro em duas ocasiões. Pela Copa do Brasil, o Fluminense dominou a Raposa, mas ficou no empate em 1 a 1, mesmo com o adversário desferindo um único chute a gol. Três dias depois, pelo Campeonato Brasileiro, Mano Menezes tentou adiantar o Cruzeiro, o sistema defensivo do Fluminense sentiu, mas o resultado foi a goleada de 4 a 1 do Tricolor.

Dois novos ingredientes fizeram com que o Fluminense deixasse de ser uma equipe insegura e confusa na transição ofensiva, ao mesmo tempo em que os gols passaram a sair com maior naturalidade. O primeiro ingrediente foi a mudança no meio de campo. Pela primeira vez, no empate de 1 a 1, Diniz abriu mão dos dois volantes e atuou com quatro meias: Allan, Daniel, Paulo Henrique Ganso e Léo Artur. O Fluminense envolveu o Cruzeiro totalmente durante os 90 minutos.

O segundo ingrediente para que o Flu tivesse três grandes atuações em sequência, incluindo a goleada sobre o Atlético Nacional no Maracanã, foi João Pedro. Com cheiro de gol, João Pedro marcou seis gols nas três partidas, sendo que nas duas contra o Cruzeiro entrou na segunda etapa.

Receita completa e uma alternativa para reforçar sistema defensivo

Na noite de hoje, Fernando Diniz deve unir os dois ingredientes desde o princípio. O quarteto no meio de campo, com Allan, Ganso, Daniel e Léo Artur deve se repetir, algo que não acontece desde a goleada sobre o próprio Cruzeiro.  João Pedro, com a lesão de Yony González, deve fazer a dupla de ataque com Luciano. A única possível novidade seria a troca de Léo Artur por Caio Henrique, com a entrada de Mascarenhas na lateral-esquerda.

Tal medida seria uma forma de remediar a fragilidade apresentada pelo sistema defensivo, sem perder as características táticas que levaram o Fluminense à melhor sequência na temporada até aqui. Além disso, com dois volantes bons de passe, a equipe de Diniz pode atuar com os laterais mais à frente, dando amplitude às ações ofensivas, sem, em contrapartida, deixar a defesa exposta.

A provável escalação do Fluminense para o duelo com a Raposa é: Rodolfo; Gilberto, Nino, Frazan e Caio Henrique; Allan, Daniel, Paulo Henrique Ganso e Léo Artur (Mascarenhas); Luciano e João Pedro.

Seja sócio futebol e obtenha até 100% de desconto na bilheteria em todos os jogos do Flu como mandante. Nossa hora é agora. Clique aqui e faça já o seu plano!

Marcelo Savioli às 09:35

Foto: Lucas Merçon (Fluminense Football Club)

2019-06-05T16:50:41+00:00 junho 5th, 2019|

Deixar Um Comentário