Assembleia Geral: ata é registrada no cartório e entregue ao Fluminense

Medida busca aumentar a base de votos no clube
O Fluminense deu mais um passo para a antecipação das eleições. Nesta semana, a ata da Assembleia Geral, realizada em 26 de janeiro, foi registrada no cartório e entregue à diretoria do clube. A proposta de mudança estatutária partiu do atual presidente Pedro Abad, que, segundo ele, quer “dar paz” ao Tricolor. Agora, o Flu terá que dar entrada no Registro Civil das Pessoas Jurídicas com a versão modificada do estatuto e a ata. Depois disso, sim, será possível marcar a data do novo pleito. A grande maioria dos associados do Fluminense que votaram aprovaram a mudança estatutária proposta por Abad. Dos 994 votos, 812 foram a favor e 179 contra. Três pessoas votaram nulo. Tinham direito a votar 10.501 sócios.
Voto digital
No último dia 30 de janeiro, um grupo de sócios e conselheiros do Fluminense apresentou um projeto que visa a implementação do voto online nas eleições do Tricolor, uma antiga reivindicação do torcedor. Além de viabilizar a participação do votante de forma digital, via celular ou computador, a ideia também prevê uma informatização das reuniões do Conselho Deliberativo, trazendo mais transparência às sessões.
– A busca é por aumentar a base de votos nas eleições do Fluminense. As decisões não podem ser tomadas por poucas e quase sempre as mesmas pessoas – resume Jorge Coutinho, um dos membros idealizadores do projeto.
2019-02-27T14:01:25+00:00 fevereiro 9th, 2019|

Deixar Um Comentário